como controlar o seu ciume

5 passo para você como controlar seu ciúmes


como controlar seu ciúmes? ou melhor como controlar  o grande vilão das  brigas, das discussões, das farpas, será que existe uma fórmula ? uma oração?, como superar esse mal que vem atingindo muitos relacionamentos hoje em dia? muitas vezes de forma trágica.

Neste artigo busco encontrar uma saída para esse mal que assola a humanidade, claro que não irei esgotar esse assunto, mas levantarei pontos importantes que podem te levar a dar um salto em seu relacionamento. Por esse motivo continue lendo até o final pois se Deus te trouxe até aqui  Ele tem algo a te dizer através destas palavras.

O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal

Como controlar seu  ciúmes

Podemos ver o ciúme como insegurança, dependência afetiva ou baixa auto-estima, podemos também enxergar o ciúme como condição normal de toda relação, desde que seja contextualizado, neste sentido, algumas vezes se manifesta de maneira coerente e aceitável, mas em outras, de maneira ilógica e doentia.

Existem vários tipos de ciúmes, no entanto, os mais comuns são aqueles sentidos e vividos dentro de uma relação entre homem e mulher e mesmo dentro de uma relação amorosa podem existir os ditos “ciúmes bons” e os “ciúmes maus” – é importante saber distinguir e lidar adequadamente com ambos.

Bom aqui quero abrir um parentese, e gostaria de saber se você sabe qual é o seu papel ? não fique assustada pela pergunta e nem pesse que pedirei para você se expor, só quero deixar uma boa leitura para você romper os paradigmas e sair na frente na corrida da vida, caso você quira saber mais um pouco sobre o assunto está ai  O PAPEL DA MULHER NO CASAMENTO. como eu já falei em outras oportunidades não basta ter conhecimento temos que ter sabedoria e sabedoria é igual a conhecimento mais ação.

Os Ciúmes que considero bons

Os  ciúmes bons ou inocentes, podem ser caracterizado como: demonstrações de amor, proteção, sentimento de perda sem más intenções, pessoas que tem esse tipo de ciúmes são autores principais da suas historias e não coadjuvantes, sabem que o amor não sufoca, e nem  aprisiona pelo contrario o amor liberta.

Sabem que para que seu relacionamento seja duradouro primeiro parte dela a decisão de criar essa realidade  e não do seu parceiro, se você quer saber mais como criar um relacionamento duradouro te indico o artigo 6 DICAS DE CRISTIANE CARDOSO PARA VOCÊ TER UM RELACIONAMENTO DURADOURO, tenho certeza que você vai gostar.

 

Bom agora só me resta perguntar o que você quer ser o capitão da sua vida ou um mero aceitador ? Cabe a você pensar o que você realmente quer e começar a agir de forma racional.

Exemplos de Ciúmes bons:

  • Ciúmes, quando seu conjugue cumprimenta algum conhecido do sexo oposto.
  • Quando você percebe, que o sexo oposto está observando seu conjugue daí você com ar de protetor, segura sua mão, coloca o braço sobre os seus ombros, a mão nas suas costas ou perna.
  • Quando o celular do seu conjugue ligar, e você vai logo perguntando quem é?

 

Ciúmes que considero Ruins

Com eu falei no item anterior o ciúme bom até pode ser saudável para uma relação, contudo  os ciúmes maus podem não só destruir a relação de um casal, como afetar negativamente qualquer pessoa que esteja próximo do casal, filhos, sogro, sogra, parentes e amigos.

Os ciúmes maus estão normalmente relacionados com comportamentos paranóicos, desconfianças  obsessivas, em que um elemento do casal tenta controlar o outro ao máximo (devido a cenas de ciúmes anteriores, medo de perder essa pessoa, limitando o que faz, o que veste, com quem se relaciona.

Em casos extremos, este tipo de ciúme obsessivo pode levar a comportamentos perigosos como agressões verbais e físicas.

Exemplos de ciúme Ruins

  • Você pergunta ao seu conjugue, aonde ele (a) vai, e depois aparece no mesmo lugar de surpresa.
  • Proibições, quando você o (a) proíbe de fazer algumas atividades (academia), ou de usar certas roupas, ou até mesmo de falar com algumas pessoas.
  • Ligar inúmeras vezes, pra saber onde está, o que está fazendo e com quem.
  • Você olhar o celular, para ver quem ligou, com quem seu conjugue conversou.
  • Muitas vezes retornas as ligações, para ver quem atende do outro lado.
  • Você exige que seu conjugue lhe passe a senha de suas redes sociais.
  • Você faz cenas de ciúmes em público.
  •  Agredi verbalmente e fisicamente, uma pessoa do outro sexo, que está a se meter entre vocês.

Como faço para controlar meus ciúmes?

Aproveitando essa oportunidade você sabe que em cada 5 cinco separações que ocorrem no mundo 1 uma foi causado pelo facebook, quer saber mais sobre esse tema dá uma olhadinha aqui CASAMENTO NA ERA DO FACEBOOK.

Bom voltando ao assunto eu acho que toda relação amorosa já passou por certo ciúmes, quando se ama, a vontade que você tem é de ser o único na vida de seu conjugue. O ciúme não é só relativamente de alguém do sexo oposto, tem pessoas que tem ciúmes, de filhos, de amigos, e até da família de seu conjugue. E quando esse ciúme vem á tona, é quando por um mínimo detalhe faz com que você pense que não é mais o único na vida de seu conjugue.

Dicas para você reconhecer e querer mudar:

  • Importante reconhecer que o ciúme existe.
  • Assumir a insegurança.
  • Lembrar que atitudes erradas podem acabar com a relação.
  • Dialogar com seu conjugue e ver onde ambos podem se ajudar.

 

 

PS. Gostaria de deixar claro que toda mudança parte da premissa do agir, você é o senhor do seu destinho, mas gostaria também de te indicar um curso que mudou a minha vida, foi o curso ALIANÇA ETERNA, meu casamento teve um grande salto e por esse motivo que eu te indico. Minha parte eu já fiz agora só falta você AGIR CLIQUE AQUI  e mude sua vida.

 

 

 

Meu nome é Cherline Cardoso, sou serva do Deus vivo, tenho 33 anos, sou casada há 13 anos, tenho 2 filhos lindos, e escrevo neste blog para ajudar pessoas que estão passando por dificuldades em seu relacionamento.